ITECH

Em fevereiro de 2002 dois analistas do comportamento, Wilton de Oliveira e Giuliana Cesar, fundaram o ITECH – Instituto de Terapia e Estudo do Comportamento Humano. Nasceu, assim, um ambiente com o objetivo de exercer três funções específicas.
Primeiro, aplicar o conhecimento produzido na análise do comportamento enquanto ciência (análise experimental do comportamento e análise aplicada do comportamento) e o conhecimento produzido pela filosofia denominada Behaviorismo Radical. Tais aplicações formam a base da terapia analítico-comportamental que tem, como objetivo fundamental, desenvolver, em quem procura essa forma de ajuda, repertórios de comportamentos comprometidos com o aumento da saúde mental, afetiva e comportamental.
A segunda função se refere à contribuição do ITECH com a produção e a divulgação do conhecimento produzido na análise do comportamento, de um modo que possibilite a formação e o aperfeiçoamento de terapeutas analítico-comportamentais.
A terceira função está vinculada ao comprometimento com uma concepção multidisciplinar. Por acreditar que o comportamento humano é extremamente complexo e multideterminado o ITECH busca diálogo com as diversas disciplinas que contribuem para elucidá-lo em sua diversidade: a biologia, mais especificamente uma ramificação denominada etologia, a história da cultura, a sociologia, a antropologia e a psiquiatria.
Em doze anos de existência mais de mil e novecentos alunos e profissionais em psicologia e áreas afins passaram pelo ITECH em suas diversas formas de interação: estágio supervisionado, cursos, palestras, conferências, encontros profissionais, grupos de estudo, cafés culturais e encontros inter e multidisciplinares. Nesses encontros aprendemos que o comportamento do outro nos ensina quais devem ser os passos seguintes para novas formas de ensino e aprendizagem.
Em 2014 pode-se observar com mais clareza o resultado destes anos de muito trabalho sempre feito com amor, disciplina, dedicação e ética: as funções do ITECH até o momento se cumpriram e pretende-se que continue se aperfeiçoando.
Hoje, estamos em uma instituição com raízes fortes e profundas, de forma a fazer história no sentido de desenvolver a terapia analítico-comportamental, e contribuir para o fortalecimento da profissão de psicólogo, através de uma conduta baseada na clareza de suas ações, comprometida com o desenvolvimento de seus pares e de quem precisa desta forma de ajuda profissional em psicologia.

Wilton de Oliveira e Giuliana Cesar – Diretores do ITECH